Voltar para home

Trabalho emprego

Taxa de desocupação nas regiões metropolitanas aumenta 23,1%

Postado em 28/04/2015

"Com a economia desacelerando, a taxa de desocupação nas seis principais regiões metropolitanas chegou a 6,2% em março de 2015 –em março de 2014, era de 5,1%. Trata-se do mesmo índice de março de 2012 e a pior taxa mensal desde maio de 2011, que foi de 6,4%."

"Em fevereiro deste ano, a taxa de desocupação era de 5,9%. O dado é da Pesquisa Mensal de Emprego, divulgada pelo IBGE nesta terça-feira (28)."

"O resultado fica um pouco acima da expectativa de 32 economistas ouvidos pela Bloomberg, de que a taxa atingisse 6,1% no mês."

"O contingente de pessoas desocupadas nas principais regiões metropolitanas brasileiras teve aumento em março de 23,1% em comparação com o mesmo mês de 2014."

"A população à procura de emprego é composta hoje de um contingente de 1,5 milhões de pessoas, uma adição de 280 mil pessoas nas regiões pesquisadas em relação a março. O número é estável em relação a fevereiro."

"Na comparação com março do ano passado, as piores variações no contingente de desocupados foram de Porto Alegre (67,9%), Recife (51,8%), Rio de Janeiro (38,6%), Salvador (35,4%) e Belo Horizonte (32,3%). Em São Paulo, o contingente permaneceu estável."

"O rendimento real caiu de R$ 2.196 em fevereiro, segundo dados revisados, para R$ 2.134,60, uma queda de 2,8%. Na comparação com março de 2014, a queda foi de 3%."

Veículo: Folha de S. Paulo

Título original: Taxa de desocupação em março chega a 6,2%, a pior desde 2011, diz IBGE

Link: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/04/1622049-populacao-desocupada-sobe-231-em-um-ano-e-chega-a-15-milhao-diz-ibge.shtml

Data da matéria: 28/04/2015

Jornalista: SAMANTHA LIMA

Fonte oficial: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Palavras relacionadas: trabalho, emprego, economia, taxa de desocupação